“‘Dicas para a Vida’ são textos que não escrevi e vídeos que não produzi, mas que gostaria de ter sido o autor. Deixo-os aqui registrados para que Maria Clara e o Francisco possam ler em algum momento no futuro.”

VOZ AO VERBO 115 – coragem

A realidade que a gente escolhe viver é um sonho, ou é o nosso, ou a gente está vivendo o de alguém.

Enquanto você não tomar a decisão de só perder o sono pelo seus sonhos, as velhas desculpas se repetirão no futuro.

E isso é ter um passado pela frente.

Porque a vida é o que passa, enquanto a gente espera, a coragem de parar de levar a vida que os outros esperam da gente.

E é incrível como é fácil adiar os nossos sentimentos mais sinceros e botar a nossa vida em modo de espera.

Eu quero, mas adio mais cinco minutos, cinco anos, mais uma chance que não se recupera.

E ai as viagens se perdem pelo caminho, os talentos viram empregos que a gente não gosta, as ligações que faríamos para aquela pessoa especial acaba encontrando no medo a resposta.

Que é “não”.

Não aceitou?

Não.

Nem tentou.

Entender que esse silêncio não precisa falar por você o resto da vida e nem perder mais tempo lamentando oportunidades perdidas é perceber a diferença entre acordar e despertar.

Mais cinco minutos sem se adiar viram cinco minutos a menos de uma realidade de que a gente reclama.

E ai viram cinco anos a mais fazendo o que a gente realmente ama.

Ou uma chance com quem realmente ama a gente.

Ter a coragem para tirar sua vida do modo de espera é trocar uma desculpa por uma iniciativa, é fazer o que te motiva, o que te realiza ou simplesmente o que você gosta.

Esqueça a pergunta “o que os outros esperam de mim?”.

Escolha a sua liberdade como resposta.

 

Ouça este poema na voz do poeta Allan Dias Castro:

SOBRE O AUTOR:

Allan Dias Castro é o criador do Programa Dando as Letras e o autor do livro “O Zé-Ninguém”, lançado em 2014. Escritor e letrista radicado na cidade do Rio de Janeiro desde 2010, vem somando parcerias com importantes nomes da MPB, de diferentes estilos e gerações. Allan escreve música e sobre música, colaborando com sites, revistas e jornais.

“Poeta é quem toma liberdades com a língua e o Allan Dias Castro faz isso com maestria. Sua poesia, sua prosa poética, seus epigramas e aforismos – e suas letras de musica – são exercícios de extrema liberdade. E entre o lírico, o satírico e o bem bolado, ele nos leva junto em cada voo.” Apresentação de Luis Fernando Verissimo para “O Zé-Ninguém”, livro lançado em 2014.

Você pode ler mais e conhecer o Allan Dias Castro nos links abaixo:
Site – http://www.allandiascastro.com.br
Facebook – https://www.facebook.com/allandiascastro/
Instagram – https://www.instagram.com/allandiascastro
Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCbIl001-yZLq1cMobnI4lJg