Era dia das mães (11/05/13) e eu conversava com minha filha, Maria Claria (1 ano e 4 meses), logo após ela acordar da sua soneca da tarde:

Eu: “Boa tarde Maria. Já acordou?”

Maria Clara: “Não.”

Eu: “Papai fez o seu tete (mamadeira). Quer ir na sala tomar o seu tete?

Maria Clara: “Não.”

Eu: “Então o que você quer?”

Maria Clara (apontando o dedo para a porta): “Mama (mamãe)”

Fim.

Compartilhe

About the Author: Rafael Stein

Rafael Stein é pai da Maria Clara e do Francisco, autor do cartasparamaria.com.br no qual escreve cartas e bilhetes para que seus filhos leiam no futuro, coautor do livro "Luto por perdas não legitimadas na atualidade", voluntário na Casa Paliativa, membro do projeto Luto do Homem.

Categorias

Mec

Posts Relacionados