No dia dos pais sou “acordado” com café da manhã na cama, feito por eles. Ganho um perfume e segue o diálogo:

Eu: “Adorei. Como vocês sabiam que eu estava precisando?”

Francisco: “Eu sei”

Maria: “Cheira aqui. Experimenta”

Eu: “Muito bom. Adorei. A mamãe não iria resistir.”

Maria: “Não mesmo”

Fim.

Compartilhe

About the Author: Rafael Stein

Rafael Stein é pai da Maria Clara e do Francisco, autor do cartasparamaria.com.br no qual escreve cartas e bilhetes para que seus filhos leiam no futuro, coautor do livro "Luto por perdas não legitimadas na atualidade", voluntário na Casa Paliativa, membro do projeto Luto do Homem.

Categorias

Mec

Posts Relacionados