Estou na porta da sua sala de aula esperando você sair.

Hoje cheguei mais cedo e fiquei observando você sair do parquinho e caminhar até a sala. Você me viu de longe, acenou e eu me emocionei.

O papai está triste hoje. Tenho pensado muito na vida e o que fazer dela. Estou cheio de dúvidas e incertezas do que fazer profissionalmente e de como ser um pai melhor.

Estou com medo de não dar conta e não conseguir ser o pai que você e o Francisco precisam.

O sinal bate, você sai correndo da sala e me abraça e todas as dúvidas e incertezas passam por um momento.

Sou só eu e você. Passou um pouco o medo e vamos embora de mãos dadas.

Compartilhe

About the Author: Rafael Stein

Rafael Stein é pai da Maria Clara e do Francisco, autor do cartasparamaria.com.br no qual escreve cartas e bilhetes para que seus filhos leiam no futuro, coautor do livro "Luto por perdas não legitimadas na atualidade", voluntário na Casa Paliativa, membro do projeto Luto do Homem.

Categorias

Mec

Posts Relacionados

3 Comments

  1. Fatima Palma julho 3, 2018 at 2:54 pm

    Você é demaissssssss!!!!!!!!!!!! me emocionei muito com este texto,você é um ser humano que me ensina a cada passo

    bjs no coração desta familia

  2. Graça julho 3, 2018 at 3:16 pm

    Logo isso vai passar! E vcs dois vão poder curtir Maria e Francisco em paz!E vc Rafael é um pai e um marido excepcional! Deus abençoe o caminho de vcs!

  3. Adriana Siqueira Mazzotini Rimoli julho 4, 2018 at 10:33 am

    Quem nunca?! O medo faz parte e nos dá conta de quanto amor temos.
    Vocês são seres maravilhosos, isso tudo vai passar e ficará num passado distante fazendo parte da história dessa família linda.

Comments are closed.