Faz 1 mês

Maria,

hoje faz 1 mês que a mamãe virou estrelinha. A sensação que eu tenho é que a mamãe vai aparecer a qualquer hora. Eu me pego falando com ela pedindo a opinião, pedindo ajuda e logo em seguida me lembro de que ela não vai voltar, que agora será assim e teremos que nos acostumar e nos adaptar com a ausência.

Você vai sentir falta, vai sentir necessidade de chorar e não há problema nenhum … eu ainda choro todo dia de manhã, antes de vocês acordarem, enquanto preparo o café ou tomo banho. É quando me deparo com a realidade, com a falta dela.

Em seguida lembro das coisas que temos que fazer durante aquele dia, você e Francisco acordam, me abraçam e me dou conta que não estamos sozinhos, que cada um de nós tem um pouquinho dela e que ela continuará sendo o que sempre foi para nós. Continuaremos a rir daquilo que nos fazia rir juntos.

Afinal, porque a mamãe estaria fora de nossos pensamentos, agora que está apenas fora de nossa visão?

A mamãe não está longe, apenas está do outro lado do Caminho…

E nós que ficamos, seguiremos em frente, pois a vida continua, linda como sempre foi.

Faz 1 mês e ainda temos o resto da vida pela frente.

Por |2018-10-24T11:14:10+00:00out 24, 18|

Sobre o Autor:

Rafael Stein é pai de Maria Clara e Francisco

9 Comentários

  1. Adriana Siqueira Mazzotini Rimoli outubro 24, 2018 at 9:55 am - Reply

    Queridos Rafa, Maria e Francisco, essa resignificação dói, arranha e esburaca, como uma calçada que você conserta e a qualquer momento esburaca novamente. Tem dias mais difíceis que outros, tem dias que andamos pra frente, já outros, damos dez passos pra trás e duas voltas em volta da árvore, parece que não conseguiremos, mas aos poucos, tudo vai se tranquilizando é aquele vazio angustiante se prenchendo com as melhores lembranças e momentos compartilhados. Todo o nosso carinho e orações pra vocês,
    Dri, Hélio, Nana e Rafa

  2. Julia outubro 24, 2018 at 1:14 pm - Reply

    Tenho certeza que a Micaela está ao lado de vocês e por isso você entende que devem seguir! Realmente, tem toda a vida pela frente e não podem deixar de fazer o que a Micaela ensinou, viver um dia de cada vez! Sejam sempre companheiros, tudo dará certo. Deus no comando sempre! Vocês tem um ao outro, sempre dando carinho e se cuidando, se apeguem a isso.

    Fiquem com Deus!

    Julia, Danilo e Manu

  3. Blumer outubro 24, 2018 at 2:51 pm - Reply

    <3

  4. Laís outubro 24, 2018 at 4:58 pm - Reply

    Que texto! Rafa querido, sinta o meu abraço! ♡

  5. Chris outubro 25, 2018 at 9:29 pm - Reply

    A vida continua e tem muita coisa linda guardada para estas crianças ❤️

  6. Bruno Ferreira outubro 26, 2018 at 5:29 pm - Reply

    Rafa, bela carta.
    um abraço a todos

  7. Mariana outubro 28, 2018 at 1:21 pm - Reply

    Rafael, eu não te conheço mas conheço profundamente a dor que você sente. Há dois meses perdi meu marido, o amor da minha vida e sigo tentando ser forte e ser a estrutura para a Cecília, minha filha de 2 anos e meio. Ainda não consegui passar 1 dia sem chorar mas vou ocupando a minha cabeça e a minha rotina para que a dor fique um pouco menos insuportável. Definitivamente esta é uma experiência que eu jamais gostaria de ter passado mas já que Deus me deu essa missão, só me resta vestir a capa e tentar ser a melhor pessoa para criar a minha pequena. Que Deus abençoe vc é seus filhos e se precisar de apoio, tem um grupo chamado Acolhe com Amor que tem me ajudado muito.

    • Rafael Stein outubro 29, 2018 at 8:44 pm - Reply

      Mariana, obrigado por compartilhar a sua história e pela dica do grupo. Já tinha ouvido falar dele e a história da Andréia Baroni mas não conheço ela pessoalmente.

  8. Darlene novembro 13, 2018 at 12:30 am - Reply

    Oi Rafael boa noite. Me emocionei muito com suas palavras e tb sei exatamente o que esta passando. Meu marido faleceu há 1 ano e meio e agora já consigo pensar melhor em tudo. Avisei a Pollyana que estaria a disposição para o que precisasse. Tenho um filho de 7 anos e sei o que é tb tentar ajudá-los sem termos força. Faço parte tb do grupo Acolhe com amor e foi com a Andréa que conheci através do mães amigas que comecei a melhorar. Agora conheci a Mariana tb e estamos todas tentando seguir em frente. O que precisar conte comigo tb. Ou melhor com a gente. Deus abençoe vc e as crianças com muita saúde e sabedoria. Abraços

Deixe um Comentário