os oitos versos do treinamento da mente

“‘Não sou o autor’ são textos que não escrevi e vídeos que não produzi, mas que gostaria de ter sido o autor.
Deixo-os aqui registrados para que eu possa ler novamente em algum momento no futuro.”

os oitos versos do treinamento da mente

A mente é cheia de defeitos, mas ela tem uma qualidade: seguir aquilo que você ensina. Portanto, ensine a coisa certa. Gueshe Che

  1. Estimarei sempre todos os seres sencientes,
    ao pensar neles como sendo mais preciosos
    do que a joia que realiza todos os desejos,
    para assim realizar a meta suprema.
  2. Onde quer e com quem quer que eu esteja,
    Verei a mim mesmo como o mais inferior de todos
    E, do fundo do coração,
    Considerarei os outros supremos.
  3. Observando minha mente em tudo que eu fizer,
    Imediatamente expulsarei, como força,
    Quaisquer obscurecimentos mentais tão logo estes surjam,
    Pois eles prejudicam a mim e aos outros.
  4. Sempre que eu encontrar seres de má índole,
    Tomados por suas negatividades ou pesados sofrimentos,
    Cuidarei deles como se tivesse descoberto
    Um tesouro precioso, que é tão difícil de encontrar.
  5. Ao ser atacado e ridicularizado
    Por aqueles que têm inveja de mim,
    Aceitarei qualquer derrota por tal tratamento injusto
    E lhes oferecerei a vitória.
  6. Mesmo que alguém de quem eu tenha cuidado de
    forma especial
    E em quem eu tenha depositado confiança
    Me maltrate e até mesmo me prejudique,
    Enxergarei esse alguém como meu mestre supremo.
  7. Concluindo, oferecerei ajuda e felicidade
    A todos os seres sencientes mães,
    Neste vida e nas vidas futuras,
    E tomarei para mim, secretamente,
    Todas as suas dores e sofrimentos.
  8. Com uma mente descontaminada
    Das manchas dos oito dharmas mundanos
    Que percebe todos os fenômenos como ilusórios,
    Eu me libertarei da escravidão da existência condicionada,
    Desprovido de qualquer apego.

oito dharmas mundanos

Querer ganhar;
Não querer perder;

Querer ser reconhecido;
Não querer ser ignorado.

Querer ser elogiado;
Não querer ser criticado;

Querer prazer;
Não querer dor;

 

Lô-Djong – a transformação da mente (Parte 1):

Lô-Djong – a transformação da mente (Parte 2):

Lô-Djong – a transformação da mente (Parte 3):

About the Author: Rafael Stein

Rafael Stein é pai da Maria Clara e do Francisco, COO da SmartMoney Ventures, investidora em startups em estágio inicial, autor do cartasparamaria.com.br no qual escreve cartas e bilhetes para que seus filhos leiam no futuro, co-fundador da Escola de Pai - espaço para a redescoberta da masculinidade e paternidade, membro do projeto Luto do Homem e voluntário na Fundação Elisabeth Kubler-Ross.

Categorias

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Newsletter

Assine nossa newsletter e mantenha-se atualizado.

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados