Maria,

durante todo o tratamento da mamãe nestes quase dois anos tivemos muita ajuda, como escrevi aqui. Família, amigos e pessoas que sequer conhecíamos doaram seu tempo, amor e carinho.

Mamãe costumava dizer que Deus havia colocado em nosso caminho Anjos da Guarda para nos ajudar e é sobre eles que quero falar.

Mas, antes, quero lhe contar um segredo: nem todos os anjos possuem asas ou uma auréola sobre a cabeça. Para que eles possam nos ajudar, eles se disfarçam de pessoas comuns e, para reconhecê-los, é preciso olhar com muita atenção.

Estes, em particular, foram responsáveis pelo tratamento médico da mamãe, portanto, não se deixe enganar pelos jalecos brancos ou estetoscópios que eles levam de um lado para o outro.

Eu tentei enumerar e escrever cada momento em que eles foram anjos da guarda para a mamãe, mas me perdi, me emocionei ao relembrar e desisti de listar aqui. Eles fizeram a diferença na vida da mamãe, mas acredito que eles não tiveram a dimensão exata da importância deles durante todo o tratamento. Cada um, num momento diferente, com pequenos gestos que poderiam passar despercebidos para nós no dia a dia, mas não para a mamãe.

Nesta foto estão Dr. César Cabello, mamãe, Dra. Sandra Teixeira, Dra. Susana Ramalho e a super enfermeira Adriana Sadir. Esse momento foi muito bonito, cheio de alegria e especial para nós. Tivemos a oportunidade de agradecer e me lembrei de uma coisa muito importante.

Eles cuidaram da mamãe e não da doença da mamãe. E isso fez toda a diferença.

Tivemos muitos outros anjos da guarda e vou escrever sobre eles. Mas não espalhe o nosso segredo e continue  acreditando em anjos da guarda. Eles existem e para reconhecê-los basta olhar com muita atenção.